Olaria de Bisalhães: rostos de barro preto

Publicado em Notícias
Ler 4285 vezes

bisalhaes.jpg

«A olaria [de Trás-os-Montes], arte incomparável, dotada de memória admirável, que mantém sem estampas, sem guia, vivendo ao desamparo, com uma simples iniciação patriarcal na família, as mais puras tradições de uma arte ancestral que enfeitiça e seduz o crítico mais exigente».

Joaquim de Vasconcelos, 1908



Inaugurou-se no passado dia 4 de Fevereiro, no Museu da Vila Velha, a exposição "Olaria de Bisalhães: rostos de barro preto".
Esta exposição é um dos elementos de um projecto abrangente, realizado em parceria entre o Museu de Arqueologia e Numismática de Vila Real, o Museu de Alberto Sampaio (Guimarães) e o Museu de Olaria (Barcelos), sendo comissariada pelos directores das três instituições.

O projecto inclui, para além da já referida exposição, a realização de um videograma (que pode ver em versão longa ou curta, respectivamente no início ou no fim da visita), a aquisição de colecções de olaria, a sua inventariação e estudo e, ainda, a edição de um caderno de exploração pedagógica, material de divulgação e de um catálogo bilingue.
A exposição ficará patente até o dia de São Pedro, data emblemática para Vila Real e de importância significativa para a olaria de Bisalhães.
Fique, entretanto, atento às novidades relacionadas com este projecto. Esperamos pela sua visita.
Classifique este item
(0 votos)